EM 2018: MIL TRANSAÇÕES FEITAS EM MOEDAS ELETRÓNICA NO PAIS

Dados actuais mostram que ainda persistem desafios para a melhoria dos níveis de inclusão financeira no país. Com feito, para um país com 799.380 Km² e cerca de 14,2 milhões de habitantes pertencentes a categoria de população adulta, 656 agentes de instituição de crédito 17.855 agentes de instituição de moeda electrónicas, 1.576 ATM, 22.052 POS, 188 delegação de companhia de seguros, dos quais 45 são balcões de fronteiras, mostram-se insuficientes para satisfazer as necessidades da população e empresas.

Por: Augusto Nhantumbo(Rádio Voz Coop)

Rogério Zandamela explicou que a estratégia tem como objectivo fundamental fornecer uma abordagem estruturada para o estabelecimento por lado da política de acções prioritárias e por outro de mecanismos de monitoria de avaliação e coordenação entre os diversos intervenientes, visando avançar significativamente na construção de uma sociedade financeiramente incluída no país.
O Governador do Banco de Moçambique frisou que a estratégia nacional de inclusão financeira estabelece as seguintes metas, onde de 2018 a 2020, 40% e 60% da população adulta respectivamente com o acesso físico eletrónico aos serviços financeiros prestados por uma instituição, de 2018 ate 2022, 75% e 100% dos distritos do país cobertos por um ponto dos serviços financeiros formais, de 2018 e 2022, 55% e 75% da população Moçambicana respetivamente com pelo menos um ponto de acesso aos serviços financeiros a menos de 5 Km de local de residência ou de trabalho da introdução de contas de moeda eletrónica tem sido fundamental para o progresso, isto é, o numero de contas da moeda eletrónica ultrapassa o número de contas bancarias e em 2018, o número de transações de moedas eletrónicas móvel tem estado em cerca de 1000 milhões de transações.
Mark Lundell Director do Banco Mundial disse o inquérito FIESK financiado pelo Banco Mundial indica que em 2017 cerca de 52%, neste caso os adultos tinha uma conta significativa e uma melhoria face aos 23%, só em dois anos atrás isto em 2015 são mais de 3000 milhões de pessoas que passaram a ter acesso a uma conta, em dois anos outros objectivos da estratégia, foram atingidos o factor macroeconómico ……introduzir limites de explícitos para aplicação dos bancos e para os requisitos, uma tração de 100mt não representa os mesmos riscos de uma transição de 1000mt e por isso não pode ter o mesmo tratamento.
Mark Lundell apontou que a inclusão financeira não impede os menores de 20 anos de ter uma conta bancaria, elimina uma percentagem de 50% da população Moçambicana, mais sabemos que o banco de Moçambique está a preparar novos regulamentos nas novas áreas com vales e novos serviços, A oportunidade de digitalizar os benefícios, isto ira incentivar milhares de pessoas a abrirem uma conta seja bancaria ou eletrónica móvel, o banco mundial está a criar condições que envolvam menos riscos de pegamentos, nos primeiros testes vistos pelo serviço nacional de assistência devem começar em Agosto a doar as vitimas dos ciclones Idai e Kenneth e apoiar a sociedade.
 “O Banco Mundial está preparado para questões de desastres naturais e o financiamento das actividades que entrou em vigor em alguns meses, que pretende explorar novas áreas, será primordial dar funções legislativas do governo que visam resolver problemas de estruturas do sector financeiro com a falta de informação….Aqui também e importante continuar a modernizar a defesa do sector financeiro que promove a democracia financeira a novas tecnologias e os desafios de como assegurar os seguros de depósitos, o Banco Mundial está disponível para contribuir e apoiar os problemas financeiros.

De realçar que no final de 2015 em termos de geográficos, 8 agencias e instituição de crédito por 10.000 Km² e em termos demográficos 5 agencias por 100.000 adultos. A quantidade de ATM e POS por 10.000 Km² era de 20 e 276, respectivamente sendo a quantidade dos mesmos terminais de pagamentos por 100.000 adultos de 11 e 160, no entanto uma boa parte dos pontos de acesso aos serviços financeiros estão localizados na área urbana, onde se destaca a cidade e Maputo. Ainda no final de 2015 dos 158 distritos no país existem 87 com presença de agência de instituições de crédito, 98 com ATM, 147 com POS e 122 com agentes de instituições de moeda electrónica. Ainda nos finais de 2015 cerca de 20% da população adulta possui conta bancaria e a maioria dos adultos estava familiarizada com os produtos oferecidos pelos bancos, sendo as contas bancarias e os empréstimos bancários os mais usados.

EDITORA: Angélica Miranda
EM 2018: MIL TRANSAÇÕES FEITAS EM MOEDAS ELETRÓNICA NO PAIS EM 2018: MIL TRANSAÇÕES FEITAS EM MOEDAS ELETRÓNICA NO PAIS Reviewed by Rádio Voz Coop on julho 08, 2019 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.