Pouco mais de 821 milhões de pessoas foram afectadas pela fome em 2017 - Rádio Voz Coop

Breaking

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Pouco mais de 821 milhões de pessoas foram afectadas pela fome em 2017

Os dados foram divulgados na manhã desta Segunda-feira em Maputo, pelo representante da FAO - Organização das Nações para Alimentação e Agricultura OLMAN SERRANO, no âmbito da celebração do dia Mundial de Alimentação e da Mulher Rural enfemêride que assinala-se a cada 16 de Outubro.
Resultado de imagem para FAO Pobreza Moçambique
Ainda durante a sua intervenção, OLMAN SERRANO disse que até 2017 existiam no mundo 821 milhões de pessoas que sofriam de fome. O estudo de custo da fome realizado no ano passado revela que Moçambique perde anualmente mais 10,9% do seu PIB(Produto Interno Bruto) devido a desnutrição crónica o que corresponde a uma perda anual equivalente a 62 biliões de meticais.

blob:https%3A//web.whatsapp.com/
blob:https%3A//web.whatsapp.com/
blob:https%3A//web.whatsapp.com/
Na sua intervenção GIMO DE MARULE representante do ministério da Agricultura e Segurança Alimentar(MASA), disse que o pelouro já deu um passo significativo para reduzir a Prevalência da População sujeita em Segurança Alimentar em 50% para 20% nos últimos 10 anos.

Por seu turno Cláudia Lopes, Secretária Executiva do Scretariado de Agricultura Alimentar em Moçambique, avançou que os últimos dados de 2014 indicavam cerca de 24% da população em situação de Segurança Alimentar em Moçambique.

Refira-se que o dia Mundial da Alimentação é comemorado a cada 16 de Outubro e tem como objectivo lembrar a comunidade nacional do seu compromisso  político fundamental para a humanidade, a erradicação de todas as formas de desnutrição e consciencializar para a conquista do Mundo, sob o lema "FOME ZERO ATÉ 2030".
Enviar um comentário