ÚLTIMA HORA: Combustíveis com novos preços à partir de amanhã - Rádio Voz Coop

Breaking

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

terça-feira, 20 de março de 2018

ÚLTIMA HORA: Combustíveis com novos preços à partir de amanhã

Os preços de combustíveis e outros produtos petrolíferos serão ajustados à partir de amanhã, 21 de Março. Com o reajuste, o gás doméstico (GPL) desce dos actuais 68.43 Mt/kg passando a custar 65.18 Mt/kg. A gasolina passa de 62.06 meticais por litro para 65.01 meticais por litro e o gasóleo passa de 56.43 para 61.16 meticais por litro. 


Por seu turno, o petróleo de iluminação regista uma subida dos actuais 46.98 para 50.45 meticais por litro enquanto que o gás comprimido (GNV) passa dos actuais 29.62 meticais por litro para 31.54 litro equivalente. Apesar deste ajustamento em alta o Governo continuará como tem sido sua política, a proteger os sectores mais necessitados, nomeadamente o transporte semi-colectivo de passageiro, os agricultores, a geração de energia nos distritos (grupos geradores), e a pesca artesanal.
De salientar que último ajustamento do preço do gasóleo ocorreu no dia 15 de Novembro passado e o presente ajustamento é consequência da subida considerável do preço do barril de crude no mercado internacional.
A alteração do preço dos combustíveis e outros produtos petrolíferos surge da aplicação na integra da legislação sobre a matéria, nomeadamente o artigo 67 do Decreto 45/2012, de 28 de Dezembro que estabelece a necessidade da revisão dos preços de venda ao público numa base mensal, sempre que se verifique uma variação do preço-base superior a três por cento, ou caso haja alteração dos impostos.
Sublinhar que o último ajustamento do preço dos combustíveis e outros produtos petrolíferos, foi a 21 de Fevereiro de 2018.
Enviar um comentário