HIV/SIDA: Jovens as maiores vítimas, irresponsabilidade é a palavra de ordem - Rádio Voz Coop

Últimas

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

terça-feira, 13 de março de 2018

HIV/SIDA: Jovens as maiores vítimas, irresponsabilidade é a palavra de ordem

Jovens apontam a irresponsabilidade, excesso de confiança no parceiro e múltiplos parceiros sexuais como estando por de traz do aumento da seroprevelência entre os jovens.
Resultado de imagem para jovens mais infectados pelo vírus da Sida

Irresponsabilidade contribui para o aumento de HIV nos jovens

Desde a sua descoberta o HIV tem vindo a causar muitas vitimas dentre pessoas directa ou indiretamente afectadas. De cordo como estudo feito pelo EMASIDA em 2015, 60% dos homens de 15- 24 anos de idade são afectados por HIV e, deste numero a prevalência e maior nas mulheres em 9.8% contra 3.2% para homens. Os jovens estão cada vez mais vulnerais a risco de doenças de transmissão sexual com mais incidência para HIV.

A nossa equipe procurou para saber dos jovens o que estaria por de traz do aumento do índice de seroprevalência dos jovens. Os nossos entrevistados foram unanimes em afirmar que a irresponsabilidade contribui. 
Neyma Rosália , estudante de Jornalismo na Escola de comunicação e arte , afirma que os jovens quando ouvem falar de HIV pensam que isso só acontece com os outros , não se preocupam em usar preservativo para se protegerem de doenças mas sim da gravidez.
Por sua vez, Érica Felisberto também estudante da mesma instituição, diz que o inicio precoce da actividade sexual contribui para o aumento de novas infecções.
 Os jovens tem a vida sexual activa muito cedo e não tem maturidade suficiente para negociar uso do preservativo. Importa referir que os jovens são os que tem mais acesso a informação sobre saúde sexual reprodutiva por ser a camada que mais se liga a interne, redes sócias e demais tecnologias.
Enviar um comentário