Vendedores obrigados a conviver com o lixo no mercado t3 - Rádio Voz Coop

Breaking

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Vendedores obrigados a conviver com o lixo no mercado t3

Vendedores de carvão vegetal no mercado T-3 dividem o espaço com depósito de lixo.

A situação vivida pelos vendedores de carvão vegetal no mercado T-3 é bastante preocupante, pelo facto de partilharem o mesmo espaço com o lixo correndo riscos de contrair varias doenças. Em conversam com o repórter da Radio Voz Coop, Isabel Buque, alega conviver nestas situações há mais de 15 anos e diz estar ciente dos perigos que corre mas nada pode fazer porque daquele lugar ganha o seu sustento.
Ainda em conversa com os munícipes que praticam as suas actividades comerciais próximo ao depósito de lixo, Felícia Sitoe, foi convergente com as palavras da Isabel Buque, nossa entrevistada ao dizer que está a 11 anos a vender naquele espaço e depende deste negócio para pôr o pão na mesa da sua casa.
Com o cheiro nauseabundo e insuportável, os vendedores fazem as suas refeições no mesmo lugar onde jaze o lixo compartilhando os seus alimentos com as moscas.
O nosso repórter buscou opiniões diversas dos cidadãos que compram este produto, onde por sua vez, foram unânimes em afirmar que estas situações são críticas e o problema é mais agravante porque os moradores ao redor depositam lixo naquele mesmo lugar.
Vendedores assim como os próprios clientes, pedem a retirada destes contentores de lixo no interior do mercado.
Na tentativa de trazer a voz da direção do mercado em volta deste assunto, estes não se faziam presente no momento.

TEXTO: Michel Castro

EDIÇÃO: Manuel Henrique
Enviar um comentário