Quarteirão 23 do bairro Inhagoia ´´A`` às escuras - Rádio Voz Coop

Últimas

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Quarteirão 23 do bairro Inhagoia ´´A`` às escuras

Moradores do bairro Inhagoia ‘A’ Município de Maputo clamam por construção do sistema de drenagens e reabertura de bacias de retenção de aguas para o melhor escoamento de aguas pluviais.
Resultado de imagem para Electrificação dos bairros cidade maputo

No quarteirão 23, por um lado outros festejam por estar a viver em situação de saneamento do meio adequado e agua potável, por outro lado  há quem não dorme sempre que chove porque as suas casas e ruas ficam alagadas devido ao deficiente sistema de escoamento de água.
Esta é a realidade vivida pelos moradores deste bairro do distrito Municipal Kamubukwana.
Segundo moradores a situação só pode ser minimizada com a construção de valas de drenagem. Os residentes têm procurado limpar os pequenos drenos já existentes, mas isso não é suficiente.
O Conselho Municipal deve construir valas de drenagens para o escoamento de valas secundarias e primarias  para facilitar o escoamento de água, disse Lazaro Bahule.
A preoucupacao pelas valas de drenagens nos bairros periféricos e propensos a inundações como Inhagoia, aumenta a cada dia, e isso deve ser um imperativo para os dirigentes municipais.
Devemos recordar aqui através do artigo 55 da Constituição da Republica de Moçambique nº 1 que diz ‘ Todo cidadão  tem direito de fixar residência em qualquer parte do território nacional, também vale citar o artigo 91 nº 1 e 2 que diz ‘ Todo cidadão tem direito a habitação condigna, sendo dever do Estado de acordo com o Desenvolvimento  Economico Nacional criar condições adequadas institucionais, normativas e infra-estruturas.

Incumbe também ao Estado fomentar e apoiar as iniciativas das comunidades locais autárquicas e populações, estimulando a construção privada e cooperativa, bem como o acesso a casa própria.
Enviar um comentário