Barcelona não pára de tentar Humilhar CR7 - Rádio Voz Coop

Breaking

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Barcelona não pára de tentar Humilhar CR7

Decisivo para mais uma conquista de um Mundial no Real Madrid, no último sábado, diante do Grêmio, Cristiano Ronaldo está novamente em alta no clube e pode buscar uma recompensa diante do bom momento. O jornal "Marca" afirma que o astro deseja um novo contrato com o clube merengue para poder colocá-lo no mesmo nível salarial de Messi e Neymar.
Cristiano Ronaldo estaria pensando em ter salário equiparado ao de Messi e Neymar (Foto: REUTERS/Amr Abdallah Dalsh)

A publicação madrilenha diz que Cristiano segue feliz no Santiago Bernabéu e deseja continuar colecionando taças com a camisa do Real. Entretanto, para manter sua motivação em alta, o camisa 7 estaria pensando em um novo contrato com o clube, que aumentaria seu salário diante das movimentações do mercado nos últimos meses - tendo como argumento a conquista de novos prêmios individuais, como a Bola de Ouro e o Fifa The Best.


CR7 renovou seu contrato com o Real Madrid há pouco mais de um ano, em novembro de 2016 - na ocasião, seu salário chegou a € 21 milhões por temporada, de acordo com a imprensa espanhola. Desde então, o Real conquistou mais uma Liga dos Campeões, um Campeonato Espanhol e dois Mundiais de Clubes - e o luso foi eleito o melhor do mundo por duas vezes. Por isso, estaria pensando que é o momento para ter um novo contrato.


Seu desejo seria estar equiparado a Neymar, que foi contratado pelo PSG e teria vencimentos de € 30 milhões anuais, e Messi, seu grande adversário na briga pelo prêmio de melhor do mundo nos últimos anos, que renovou contrato com o Barcelona e passou a receber cerca de € 28 milhões.
Enviar um comentário