Wayne Rooney condenado a 100 dias de trabalho comunitário - Rádio Voz Coop

Breaking

Esta é a Rádio Comunitária "A Voz da Cooperativa". Notícias de Moçambique e do Mundo na nossa página. A melhor parte da comunicação social em Moçambique. As rádios comunitárias são oficialmente a melhor cobertura de mídia em Moçambique, cubrindo mais de 75% do território nacional.

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU. LIGUE 826662220

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Wayne Rooney condenado a 100 dias de trabalho comunitário

Wayne Rooney foi condenado a 100 dias de trabalho comunitário depois de ter sido detido nos arredores de Liverpool a conduzir sobre o efeito do álcool. A sentença do jogador do Everton foi conhecida esta segunda-feira e, para além da centena de dias de castigo, implica também uma proibição de conduzir durante dois anos.

Wayne Rooney sem poder conduzir durante dois anos

Wayne Rooney, do Everton, foi inibido de conduzir durante dois anos, depois de se declarar culpado por condução em estado de embriaguez.
"Após a audiência de hoje no tribunal, quero publicamente pedir desculpa pelo meu imperdoável erro de conduzir acima do limite legal. Foi totalmente errado", referiu o jogador, numa declaração na sua página oficial.
Rooney, de 31 anos, antigo 'capitão' da seleção inglesa, foi parado numa operação 'stop' da polícia, quando conduzia no início do mês perto de sua casa, nos arredores de Manchester.
Hoje, o jogador, que é o melhor marcador de sempre da seleção e do Manchester United, clube que deixou ao fim de 13 épocas e regressou ao Everton, entregou a sua declaração de culpa no tribunal de Stockport.
O futebolista disse ainda que "aceita a decisão do tribunal" e que espera poder contribuir com o "serviço comunitário", aproveitando também para endereçar desculpas à família, treinador, presidente e a todos do Everton.
"Agora, quero pedir desculpa a todos os adeptos e a todos aqueles que sempre me seguiram e apoiaram a minha carreira", acrescentou.
O tribunal decidiu ainda que Rooney terá que cumprir 100 horas de trabalho comunitário não remunerado.

FONTE:SAPO
Enviar um comentário