Segunda maior cidade Sul Africana não tem água para consumo humano

As autoridades sul-africanas proclamaram hoje o estado de catástrofe natural em todo o país devido à seca histórica que assola a África do Sul há vários meses a região da Cidade do Cabo, ameaçada de ficar sem água potável.
Segundo noticiou nesta quarta-feira(13) a BBC, o governo da África do Sul declarou um desastre nacional para lidar com áreas atingidas pela seca, como o popular destino turístico da Cidade do Cabo. 
Isso permitirá que as autoridades tenham acesso a fundos especiais. 
O anúncio foi feito pelo Ministro da Governança Cooperativa Zweli Mkhize.
Ele disse que a decisão foi anunciada às 10:00 horas desta quarta-feira, na sequência do trabalho realizado pela Equipe Interministerial de Tarefa (IMTT) sobre a seca e a escassez de água.

Um montante de 6.000 Milhões de Rands cerca de  3,4 bilhões de Euros, foi anulado no discurso orçamental 2018/19 para aliviar as comunidades afetadas.
O ministro Mkhize enfatizou que um processo rigoroso será seguido ao alocar fundos de socorro.
"Nós pedimos a todos no país que usem água com moderação, pois somos um país com escassez de água".
A declaração nacional de catástrofe abrange um período de três meses.
Enviar um comentário
Com tecnologia do Blogger.