Padrasto abusa sexualmente a sua enteada em Maputo

Adolescente de 12 anos foi abusada sexualmente pelo seu padrasto e com o conhecimento da mãe, no bairro Fomento sial, quarteirão 29.
Resultado de imagem para Cresce o número de pais que dão celulares a menores de Dez anos em Maputo
Por: Stefânia Cardoso

A vítima foi violada por duas vezes. A mãe ofereceu a filha ao seu marido para que este no procurasse outras mulheres fora. Cansada de ver sua filha a sofrer quis contar a sua vizinha esta que foi ameaçada e ficou no silêncio, pois ela contasse ele abandonaria a família deixando a esposa sem sustento para três crianças menores.  A filha mais nova do casal é que teria sido o caminho para denúncia, pois contou o que acontecia na sua vizinhança que de imediato convocou uma reunião.
Segundo explicam os vizinhos, a mãe da vítima é que é culpada pois a entregou ao padrasto para que a violasse sistematicamente e não procurou ajuda.
“Acontece que a mãe é culpada, ela não tinha de entregar a sua filha para dormir com o pai, assim os pais da vítima estão em fuga pois estão com medo das autoridades. Até que no bairro tivemos uma palestra que falava sobre a violência e nos disseram que não temos de viver em discussão com os nossos parceiros, caso haja desentendimento temos de ir ao posto policial, e não optar pela violência ” Virgínia Moiane.
Atija Abdul, afirma que a mãe cedeu a criança ao pai para que ele não tivesse outras mulheres fora de casa, assim o chefe do quarteirão encaminhou o assunto a esquadra.
Pedro Albino, Chefe do quarteirão, afirma que a criança foi violada, e organizou uma reunião com o secretário do bairro juntamente com os moradores, salientou que o assunto já foi encaminhado ao posto policial. E os pais da vítima colocaram- se em fuga após ter conhecimento da denúncia.
De referir que adolescente foi levado ao posto médico onde chegou-se a conclusão que ela não está infectada. Após isso a vítima foi transportada de imediato para a província de Maputo onde deverá residir definitivamente. Apesar da atitude dos líderes comunitários e vizinhos, não se pode resolver problemas tirando ela da escola e do lar onde devia ser de felicidade.

Enviar um comentário
Com tecnologia do Blogger.