Desentendimento entre Moradores e a CFM gera polémica

Moradores da Machava-sede, concretamente na célula B queixam se do encerramento da estrada que da acesso a entrada e saída de carros das suas residências.


Segundo Arnaldo Nhampule, residente do bairro, a rua fechada é a única que permite a saída e entrada das viaturas naquele ponto e o mesmo, acrescenta que deveria ser aberto um caminho que possa facilitar a passagem de automóveis em casos de emergência.

De acordo com Américo Gonzane, tudo passa de uma tática da companhia dos caminho-de-ferro de Moçambique, que já a longa data tenta tira-los das suas residências alegando que eles não respeitam os cinquenta metros do espaço que pertence a companhia.


A nossa equipe de reportagem, procurou ouvir a versão dos responsáveis da estação dos caminhos de ferros, onde disseram que a atitude tomada foi para salvaguardara a vida dos moradores do bairro pois o espaço por eles usados como passagem de nível e considerada legal por encontrar se numa curva, oque dificulta a visibilidade do comboio á uma distancia de 100 metros.

Enviar um comentário
Com tecnologia do Blogger.