"Como faço para parar de chorar, mãe?", diz menina violada pelo irmão



Uma menina com então quatro anos foi violada repetidas vezes pelo meio-irmão que, para a obrigar a permanecer em silêncio, lhe dava Skittles, uma das suas guloseimas preferidas. O rapaz está a ter acompanhamento psicológico para a juíza perceber se ele representa um perigo público.

As violações foram levadas a cabo no ano passado e agora está a decorrer o julgamento no Tribunal de Menores de Brighton, no Reino Unido. Numa das últimas sessões realizadas no tribunal, a mãe da menina contou à juíza o inferno pelo qual a filha tem passado, bem como o momento em que a menina lhe contou o que o irmão, que ela “adorava”, lhe fazia. 
“Ela acorda cinco vezes por noite com pesadelos. Ela acorda a chorar e a chamar por mim e fica em pânico quando me afasto dela, nem que seja por breves minutos, nem que seja para ir a uma divisão diferente da casa. É devastador testemunhar o sofrimento dela”, lamentou a mulher cujo nome não é tornado público para que a menina não seja identificada. 


No seu testemunho, a progenitora revelou que a filha usou uma boneca para explicar à mãe o que irmão lhe fazia.


“Ela disse-me: ‘mãe, tenho de te contar uma coisa’. Fiquei logo preocupada porque ela nunca diz as coisas com este tipo de introdução. Ela então contou que tudo tinha acontecido quando eles brincavam às escondidas. Ela disse que não gostava e que não queria. Depois aconcheguei-a na cama e disse-lhe o quão corajosa ela era por me contar isto”, acrescentou.


Uma semana depois, a menina voltou a conversar com a mãe, contando-lhe detalhes das violações ocorridas entre Janeiro e Agosto.


“Ela disse que ele lhe oferecia doces. Ela não gostava do que ele fazia, mas gostava dos doces. E eu disse-lhe que não havia mal nenhum em gostar de doces. Ela estava claramente aborrecida e disse que não tinha contado nada porque ele lhe disse para não o fazer. Segundo ela aconteceu “milhares de vezes”. Ela não percebe o significado exacto de milhares, mas significa que foram muitas”, contou.


O testemunho doloroso da mãe continuou. “Houve um dia em que ela chorou incontrolavelmente durante 45 minutos. Às vezes ela pergunta-me: ‘mamã, como faço para parar de chorar? Ajuda-me, ajuda-me”.


O rapaz, agora com 14 anos, vai conhecer a sentença no próximo mês de Outubro, estando acusado dos crimes de violação e de abuso sexual de uma menor



.







Fonte: Notícias ao Minuto


Enviar um comentário
Com tecnologia do Blogger.