178 milhões desviados do Fundo de Desenvolvimento Agrário

Cerca de 178 minhões de meticais é o valor desviado do Fundo de Desenvolvimento Agrário, delegação da cidade de Maputo. Esta informação foi tornada pública pelo Gabinete Central de Combate a Corrupção, que também explicou já estarem a contas com a justiça 28 co-réus, que em 2 anos sacaram  em mais de 30 transações bancárias fraudulentas, dinheiro do Fundo de Desenvolvimento Agrário na cidade de Maputo.



Ao todo contabiliza-se 40 contas bancárias usadas no rombo dos 178 milhões de meticais. As contas mencionadas foram usadas para distribuir o dinheiro conseguido ilicitamente entre os membros da rede e outros beneficiários, como entidades onde foram adquiridos diversos bens.
Neste processo, o Gabinete Central de Combate a Corrupção, aponta a arguida Milda Cossa, como tendo sido a chave para o sucesso do rombo, visto que da sua conta passou grande parte dos fundos desviados que ascendem os 56 milhões de meticais, embora a mentora seja antiga presidente do Conselho de Administração do Fundo de Desenvolvimento Agrário, Setina Titosse. Segundo Milda Cossa, teria usado a conta titulada por um dos seus irmãos como alternativa para recepção dos fundos da fraude, na perspectiva de ocultar a proveniência criminosa dos mesmos, onde foram depositados aproximadamente 17 milhões de meticais. O GCCC, indica que, pelo menos, 10 empresas são referenciadas na acusação, como tendo sido usadas pelos co-réus para drenar parte do dinheiro da fraude. 
Refira-se que, muitas destas empresas têm como vocação a área comercial, mas receberam o financiamento ilícito sob justificativa de crialção de gado, tudo no âmbito do esquema, que inclui 20 projectos fictícias de pequenas e médias empresas com fim de criação de gado bovino nos distritos de Guijá, Chibuto e Mandlakazi na província de Gaza, Namaacha em Maputo e Morrumbene em Inhambane. O projecto mais caro está avaliado em mais de 12 milhões de Meticais, cujos montantes foram pagos em duas tranches de pouco mais de seis milhões de meticais cada.
Enviar um comentário
Com tecnologia do Blogger.