Milícias libertam ex-primeiro-ministro do antigo governo islamita

Milícias ligadas ao Conselho Presidencial da Líbia sustentado pela ONU libertaram nesta terça-feira o ex-primeiro-ministro detido desde o último dia 14 de Agosto por ordem da Procuradoria-geral, informa a EFE.

Fontes da segurança que preferiram não ser identificadas explicaram que o antigo chefe do governo islamita, declarado rebelde, se encontra num local seguro. Zidan, que tem passaporte alemão, foi detido no seu retorno a Tripoli após três anos de auto exílio na Alemanha, em resposta a uma ordem de detenção por uma acusação de malversação de fundos públicos. A família do ex-primeiro-ministro tinha denunciado então que este tinha sido sequestrado.
Enviar um comentário
Com tecnologia do Blogger.